sábado, 1 de abril de 2017

Um triunfo da Bird!

Por Fernando Melo

     Não é muito comum a Bird triunfar comigo. No VIII Bobby Fischer joguei duas vezes e perdi para  adversários com ELO acima de 2000, quando o meu teima em ficar pelos caminhos ardorosos dos 1800. De qualquer forma, continuo fã da Bird. Sou assim, quando gosto vou longe! Mas aconteceu um fato que justifica continuar jogando essa abertura! Foi mesmo? Foi, aconteceu e vou mostrar. Sacrifiquei uma Torre e em seguida sacrifiquei a Dama, deixando meu adversário, o tunisiano Fathov meio zonzo com tanta ousadia de minha parte, e tudo isso em apensas 20 lances!. Como não saio de casa, logo se vê que foi uma partida pela internet, jogada ontem, com o tempo de 15 minutos nocaute.   

Melo (1825) - Fathov (1787)
Abertura Bird - 15 min

1.f4 d5 2.Cf3 c5 3.e3 Cc6 4.d4 cd 5.ed Cf6 6.Be2 Bf5 7.0-0 e6 8.c3 Bd6 9.Ce5 Be5 10.fe Ce4 11.Cd2 0-0 12.Ce4 Be4 13.De1 Db6 14.Rh1 f5 15.ef gf 16.Bh6 Tf7 17.Dg3+ Rh8 18.Tf6! Tg8 19.Tf7! Tg3 20.hg e as negras abandonaram, uma vez que a ameaça branca de Tf8, obriga o negro a sacrificar a Dama, mas mesmo assim perdendo porque as brancas ficarão com uma Torre de vantagem.. Uma outra variante é se as negras jogam ... Ce7 com a intenção de vir para g8, não resolve. As brancas tomam o Cavalo e depois trás a Torre de a1 para f1, ganhando.

E para encerrar, segundo o ChessBase, a Bird é a sétima abertura mais popular das vinte pesquisadas. Acredito que jogar a Bird não é assim tão desprezível e, como se não bastasse, quando eu jogo 1.f4  
eu entro no Paraíso, independente de resultado! 

2 comentários:

  1. Apreciei muito seu capítulo "Para não dizer que falei da Bird", recebi o livro ontem e restam só 50 páginas para terminar a leitura. Meu lance inicial preferido ainda é o e4, mas confesso que prefiro ainda o 1. f4 ao 1. d4 ou 1. c4;

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Ozymandias! A Bird tem seus encantos!

    ResponderExcluir