domingo, 15 de março de 2020

ADIADO O XI MEMORIAL BOBBY FISCHER!

Em razão da pandemia do coronavírus que preocupa o mundo e agora o Brasil, medidas têm sido tomadas, como cancelamentos ou adiamentos de eventos empresariais governamentais, esportivos e culturais, para que se evite, o máximo possível, a aglomeração de pessoas, num esforço global para a contenção dessa pandemia, sob pena de colapso do sistema de saúde e, por conseguinte, do aumento de vítimas fatais do coronavírus.

As recomendações nesse sentido partem, por exemplo, da Organização Mundial de Saúde, do Ministério da Saúde do Brasil e do Governo do Estado da Paraíba, que decretou estado de emergência em saúde pública, em decisão publicada ontem no Diário Oficial do Estado. Além disso, há notícias jornalísticas de que, em reunião com sua equipe, o Governador da Paraíba teria determinado, como medida preventiva, o adiamento de atividades estatais que envolvam a aglomeração de mais de 100 pessoas.

Vê-se que tais recomendações, como uma medida de responsabilidade a ser replicada por todos, são perfeitamente aplicáveis aos torneios de xadrez, mais ainda em relação àqueles com muitos inscritos, e que geralmente são disputados em um ambiente fechado, com contato direto entre as pessoas, em face, por exemplo, do manejo recíproco das peças do jogo, potencializando-se, assim, o risco de contágio pelo coronavírus.

E nesse sentido, providências estão sendo tomadas em escala global, no universo do xadrez, como o cancelamento ou adiamento de grandes eventos, segundo se tem notícia, a exemplo do Aberto de Dubai, Aberto de Reykjavik e o Campeonato Paulista de Xadrez (que ocorreria neste final de semana). Ademais, a própria FIDE e a CBX recomendam tais medidas, a partir de comunicados oficiais em seus sites.

Assim, tendo em mente a responsabilidade que devemos ter com a integridade da saúde dos enxadristas e de seus familiares, e de maneira mais ampla com a sociedade como um todo, ante os esforços generalizados para se combater a pandemia do coronavírus, não restou outra decisão da FPBX, senão a de adiar o Aberto do Brasil - XI Memorial Bobby Fischer, que estava agendado para os dias 27, 28 e 29 do corrente mês de março, no Littoral Hotel, em João Pessoa (PB).

A nova data do evento está pré-agendada para os dias 13, 14 e 15 de novembro deste ano, em data em que se pleiteava a realização da 2ª edição do Aberto do Brasil, Memorial Machado de Assis (que, a princípio não ocorrerá neste ano) restando apenas a confirmação do Littoral Hotel, quanto à reserva dessa data, o que deve ocorrer nos próximos dias e será divulgado aqui, no blog Reino de Caíssa.

Os jogadores já inscritos no torneio poderão optar em manter sua inscrição para novembro, ou requererem a devolução da inscrição, pelos mesmos canais utilizados no ato da inscrição, o que, poderá ocorrer a qualquer tempo, inclusive no período de maior proximidade do torneio, em novembro, quando, eventualmente, poderão ter melhores condições de saber sobre a possibilidade de participação no evento.

No tocante à reserva de diárias já realizadas, no Littoral Hotel, aguarda-se a confirmação do mesmo quanto ao aproveitamento de tais reservas para o período informado, referente à nova data de realização do evento, em novembro.

No mais, a direção do torneio coloca-se à disposição dos interessados, nos canais disponibilizados pelo Regulamento do Torneio (link na coluna ao lado do blog), para outros esclarecimentos que se fizerem necessários.

Fernando Melo
Presidente da FPBX
Diretor do Aberto do Brasil - XI Memorial Bobby Fischer

3 comentários:

  1. O jeito será apelar para o xadrez em sites agora. Meu nick no Lichess é Arthurolinto :) .

    ResponderExcluir
  2. Mais importante que a devolução das inscrições será a devolução das diárias. Sim digo isto pois torneio é um só e diária pode ser solicitada em outro hotel, por exemplo. Além do que, o valor da diária é bem naior para ter que obrigatoriamente está investido até novembro! Eu, por exemplo deixo minha inscrição confirmada, porém exijo a devolução das diárias que não poderei usufruir em tempo hábil. A prefeitura de JP, a exemplo das demais foram claras nesta decisão, Abraço e infelizmente até novembro! João Zirpoli.

    ResponderExcluir